14/11/2015

Resenha: Morte no Nilo - Agatha Christie

Ano de lançamento: 2014 
ISBN: 9788520936511 
Páginas: 256 
Editora: Nova Fronteira 
Nota: ★★★★★(♥)

Linnet Ridgeway, uma mulher muito bonita, herdeira de uma imensa fortuna e invejada por onde passa. Depois de roubar o marido de sua melhor amiga - Jacqueline de Bellfort - ela faz uma viajem de lua de mel em um cruzeiro pelo Nilo. Onde também esta a ex-noiva de seu marido - Simon - e melhor amiga, que perseguiu em todas as viagens que o casou fez.

No meio do passeio, Linnet é morta por um tiro na cabeça. Dentro do navio Karnak embarcaram varias pessoas "próximas" de Linnet, que talvez tivessem motivo para matar a milionária. Em meio desse fuzuê todo aparece Hercule Poirot, um detetive de ferias muito conhecido pelos os passageiros. Ele investiga o assassinato de Linnet e todos os envolvidos.
"Quando o sol brilha não se pode ver a lua, mas quando o sol se põe podemo ver a lua." (pagina 163)
O único livro que eu tinha lido da Agatha antes desse foi Um Corpo na Biblioteca, que eu adorei, mas depois que li Morte no Nilo, viro meu preferido. Me surpreendi com o desfecho incrível, esse final foi tipo: "Agatha, você está louca!". O culpado do assassinato eu já suspeitava, mas o final dele deu até vontade de ler mais livros policiais. 

Em pontos negativos só tenho dois: a escrita cansativa e os nomes dos personagens parecidos, fazendo com que ficasse perdido em algumas partes. Ah, tem um problema na diagramação, foi que tem algumas frases em francês do Poirot, que é importante para o historia e não tem uma tradução, poderiam ter colocado no rodapé.

Uma boa indicação para quem gosta de livros detetives e romances policiais. Até o próximo post...

Siga o Menino Lit e fique ligado

Nenhum comentário:

Postar um comentário